Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

6ª RM realiza solenidade em homenagem a MINUSTAH

Publicado: Quinta, 09 de Novembro de 2017, 19h22 | Última atualização em Domingo, 19 de Novembro de 2017, 15h47 | Acessos: 328

Na manhã do dia 20 de outubro, a 6ª Região Militar realizou, no 6º Batalhão de Polícia do Exército, em Salvador-BA, uma   solenidade em homenagem ao fim da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti, a MINUSTAH, que manteve o maior componente militar brasileiro nas atuais missões de paz da ONU.

Em 2017, o Brasil completou 13 anos de liderança na missão de manutenção da paz no Haiti por meio do comando do Exército Brasileiro. No decorrer desse período, os militares imbuídos da missão enfrentaram guerras civis, terremotos, furacõe s e ofereceram a "mão amiga", com suor e sangue, pra ajudar na reconstrução do país e minimizar o caos gerado com o   alastramento da fome e das condições subumanas vividas população local.

 

                                                                                                                                                                                                                                                        

Com a presença e o cumprimento da missão pelos militares, o Haiti registrou avanços políticos e sociais em comparação com seu período mais crítico. O fim da MINUSTAH é fruto de uma resolução adotada, com unanimidade, pelos membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas, em 12 de abril deste ano, quando foi decidido que o contingente deveria se retirar, gradualmente, do país, dentro de seis meses, até 15 de outubro de 2017, para a substituição da MINUSTAH pela Missão da ONU para o Apoio à Justiça no Haiti (MINUJUSTH). A ONU espera que essa medida possibilite o fortalecimento do Estado de Direito e o monitoramento dos direitos humanos no país.

                                                                                           

                                                                                                 

 

 

Militares que participaram da MINUSTAH ao longo desses 13 anos, bem como componentes do 25º e penúltimo contingente do Batalhão Brasileiro (BRABAT 25), recém-chegado da Missão de Paz no Haiti, estiveram presentes na solenidade, integrando o grupamento dos chamados "Boinas-azuis". O evento teve o objetivo de oferecer os cumprimentos aos militares pela execução da missão, bem como homenagear aqueles falecidos na atividade em prol da MINUSTAH. Na oportunidade, ainda foram entregues os braçais aos soldados que encerraram a primeira etapa do estágio básico de policial do Exército.    

 

 

                                                            

                                                                               

                                                                                                                                                                          

 

 

                                                                                                                 

 

 

 

 

 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página